Enquete

  01) Conheço o papel do juiz leigo e acho muito importante;

  02) Gostaria de ter mais informações sobre o assunto;

  03) Ainda não conheço.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

05.12.2018 16:38

Fabiano Menotti é o 100º entrevistado da Estação
Compartilhe
Tamanho do texto:
O programa Estação da Arte chegou a sua 100ª entrevista veiculada nesta quarta-feira (5 de dezembro) e o convidado foi mais do que especial: o cantor Fabiano, da dupla sertaneja César Menotti e Fabiano. Ele aproveitou a passagem por Cuiabá e esteve na Estação TJ, rádio web do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, falando sobre a trajetória da dupla, os projetos para 2019 e claro, cantou algumas músicas para os ouvintes.
 
Num bate papo descontraído com a radialista Maira Matos e com a jornalista Cristina Azevedo, Fabiano, dono de uma voz potente e inconfundível, disse que ele e o irmão nunca pensaram em viver da arte, da música e que começaram a cantar para agradar o pai, que tinha o sonho de ver os filhos cantando como artistas. “Quando a gente começou a cantar, era para ver nosso pai feliz. Começamos fazer shows em bares e quando nos demos conta já estávamos em todo Brasil”, recordou.
 
São quase 20 anos de história, de muito trabalho, de abdicação ao lado da família para rodar o Brasil, o que rendeu e rende até hoje muito sucesso e o topo das paradas musicais. Fabiano diz que ao contrário de muitos amigos sertanejos que passaram dificuldades no início da carreira, ele e o irmão contaram com a facilidade da internet logo quando começaram a carreira.
 
“A gente tem que agradecer a Deus porque a gente vê que muitos amigos sofreram para alcançar espaço na mídia, como artista pelo Brasil. Apesar da gente ter trabalhado muito, não passamos por tanto sofrimento, fomos um pouco beneficiados pela própria internet. Ela nos proporcionou isso, no momento onde o artista tinha somente rádio e tv para poder aparecer, a internet popularizou isso muito rápido. Você gravava alguma coisa e com cinco minutos ela estava no país e mundo inteiro. Isso nos ajudou muito”, relembrou.
 
O sertanejo que já morou com a família no norte do Estado quando criança disse ter um caso de amor com Mato Grosso. “Não é só questão de vir cantar aqui. É uma questão de ter um pedaço do nosso coração em Mato Grosso, por termos morado aqui há muitos anos e termos um carinho enorme por esse Estado onde tenho parentes e onde existe até um desejo no coração de mudar para cá”, contou.
 
O cantor revelou ser a primeira vez que participa de um programa de rádio dentro de uma instituição como o TJMT e achou importante um órgão divulgar e receber novos artistas e aqueles já consagrados também. “Abrir as portas num lugar que se fala de justiça é muito legal porque quem trabalha aqui vai conhecer mais os artistas locais e aqueles de fora, que gostam do estado e passam por aqui. É importante para aqueles que precisam divulgar seu trabalho porque vai abrir outras portas, a pessoa que ouve vai na internet procurar mais informações sobre a pessoa ou banda”.
 
Fabiano falou da importância da rádio web no atual cenário, não só nacional, mas mundial também para acesso a informação, principalmente na abrangência dos trabalhos dos artistas. “A web radio é uma realidade muito forte na vida do artista. Em qualquer canto do mundo ele pode acessá-la pelo celular, sem falar na maior abertura e alcance que ela proporciona, por ser via internet”.
 
Para 2019, os planos da dupla são trabalhar em um projeto que foi gravado em outubro deste ano nos Estados Unidos e gravar o terceiro DVD ‘Memórias’, que são regravações de grandes sucessos da música sertaneja.
 
Acompanhe a programação da Estação TJ. Clique AQUI.
 
Dani Cunha/Fotos: Lucas Lima
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409