Enquete

  01) Conheço o papel do juiz leigo e acho muito importante;

  02) Gostaria de ter mais informações sobre o assunto;

  03) Ainda não conheço.

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

10.10.2018 17:01

Colégio São Gonçalo recebe ‘Nosso Judiciário’
Compartilhe
Tamanho do texto:
O Colégio Salesiano São Gonçalo recebeu a visita do programa ‘Nosso Judiciário’ na manhã de terça-feira (9 de outubro). Aproximadamente 620 alunos do ensino fundamental e do ensino médio participaram da palestra proferida pelo técnico judiciário Neif Feguri Neto. Divididos em três grupos, os estudantes ainda receberam a cartilha “Como funcionam os Juizados Especiais”, com informações sobre esse meio de acesso à Justiça de forma rápida, eficiente e gratuita.
 
“O nosso objetivo é divulgar o trabalho desenvolvido pelo Poder Judiciário entre crianças, adolescentes e universitários, de modo a formar cidadãos conscientes e multiplicadores das informações na sociedade. Além disso, visamos a aproximação desse público com a instituição e os magistrados”, explicou Neif, lembrando que dezenas de escolas públicas e particulares já foram beneficiadas pela iniciativa. “Quanto mais alunos o projeto alcançar, melhor”, acrescentou.
 
Para a estudante Maria Eduarda de Souza Almeida, do 1° ano do ensino médio, o conhecimento adquirido na palestra será muito útil em sua formação. “Nós ficamos muito na internet e nem sempre estamos aprendendo alguma coisa. Com a explicação de hoje aprendi muito”, relatou. Segundo Maria Eduarda, agora ela tem consciência de suas obrigações como cidadã. “Se uma pessoa desmaiar próximo a mim, por exemplo, preciso ajudá-la, é o meu dever” concluiu.
 
Daniel Souza Gonçalves Carvalho, também do 1° ano, aprendeu que a Justiça pode ser mais acessível e rápida por meio dos juizados especiais, nos quais o rito processual é simplificado, o que favorece a solução dos litígios.
 
De acordo com o diretor da unidade de ensino, padre Paulo Fernando Vendrame, a visita do Judiciário tem tudo a ver com a missão do colégio, que é formar bons cristãos e honestos cidadãos. “Sabemos que o exercício da cidadania passa pelos direitos e obrigações do ser humano e, a vinda do Judiciário até aqui, reforça esse ensinamento aos alunos. Nos dias de hoje, as questões legais estão muito presentes no âmbito da escola, da família, e da sociedade”, ponderou.
 
 
Assessoria de Comunicação CGJ-MT
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br
(65) 3617-3571/3777