Enquete

  01) Conheço

  02) Conheço e já estou utilizando

  03) Gostaria de obter mais informações

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

17.07.2017 09:36

DG: coordenadorias superam expectativas
Compartilhe
Tamanho do texto:
A celeridade evidenciada na tramitação dos feitos administrativos reflete o que foi determinado pelo presidente do Poder Judiciário de Mato Grosso (PJMT), desembargador Rui Ramos Ribeiro. A afirmação é da diretora-geral do TJMT, Claudenice Deijany F. de Costa, ao avaliar como totalmente satisfatórios os resultados apresentados pelos coordenadores das áreas no Plano de 120 dias da atual gestão. O ritmo estabelecido, para fins de realização das ações de impacto dentro da administração, tem o objetivo de refletir na efetiva prestação jurisdicional.
 
Os 95% das ações concluídas conforme planejado e antes mesmo do prazo final (31 de julho) demonstram, segundo a diretora-geral, que o trabalho foi bastante cooperativo por parte de todos os envolvidos no desenvolvimento das prioridades elencadas ainda na transição.
 
De acordo com Claudenice, a administração está totalmente satisfeita com o empenho, dedicação, comprometimento e colaboração dos coordenadores e equipes. “Não tivemos uma análise unificada de cada setor, mas sim transversal, porque uma área depende do trabalho da outra para muitas concretizações. A cada reunião eram apontados alguns questionamentos e houve a superação e a resolução das questões apontadas”.
 
Como forma de enaltecimento, a diretora-geral externou sua gratidão por todo o trabalho desenvolvido pelos coordenadores que, conforme salientou, foram cobrados com uma certa frequência para o cumprimento das ações. “Essa cobrança trouxe resultado bastante proveitoso. O desembargador Rui Ramos quer dar concretude e terminar as ações prioritárias dentro da gestão e este é o caminho”.
 
Atribuições - Em meio a todo trabalho em conjunto desenvolvido pela alta administração, a Diretoria-Geral (DG) tem a incumbência de coordenar e supervisionar as coordenadorias do Tribunal de Justiça com foco nas diretrizes da gestão 2017/2018, bem como o acompanhamento dos processos do Plano de 120 dias. Além disso, todas as portarias e atos normativos em geral são elaborados e expedidos pelo setor.
 
No início deste ano houve alteração na instrução normativa que rege as atribuições da Diretoria-Geral, Vice-Diretoria-Geral e Assessoria da Presidência. A partir de então, a pasta de obras e manutenção predial passou a ser de competência da DG. As competências das coordenadorias são fixas, porém da Diretoria-Geral, da Vice-Diretoria, da Presidência, e dos juízes auxiliares mudam de acordo com cada gestão.
 
“Analisamos pagamento de diárias e passagens terrestres somente de servidores, despachos, decisões do desembargador presidente em expedientes diversos, vagas no estacionamento, pedidos de utilização do auditório Gervásio Leite, autorização para exposições diversas, feiras dos servidores e outras ações desenvolvidas no espaço do Tribunal e todos os expedientes administrativos passam pela DG porque é uma forma de desonerar a assessoria da Presidência com relação a essas questões administrativas”, explicou Claudenice.
 
Outra atribuição da DG é o relacionamento com as comarcas. “Temos bastante atendimento de advogados presidentes de seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil do interior, público interno e externo referentes a assuntos administrativos diversos”, complementou.
 
 
Dani Cunha/Fotos: Otmar de Oliveira (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409