Enquete

  01) Conheço o serviço do Nat-Jus

  02) Gostaria de conhecer o serviço do Natu-Jus

  03) Não conheço

Fechar
Enquetes anteriores

Poder Judiciário de Mato Grosso

Notícias

20.04.2017 17:16

Assessores e magistrados participam de treinamento
Compartilhe
Tamanho do texto:
O treinamento sobre o Processo Judicial Eletrônico (PJE) desta quinta-feira foi direcionado para assessores e magistrados de comarcas do interior. A capacitação foi realizada no laboratório da Escola dos Servidores do Tribunal de Justiça.
 
De acordo com o instrutor do curso, Márcio Alexandre Maciel, para estes assessores e magistrados foram repassadas orientações de como minutar uma decisão ou sentença e ainda visualizar casos de prevenção por meio da nova plataforma.
 
Para o assessor da Comarca de Sapezal (480km a noroeste de Cuiabá), Fagner Dias Lopes, o treinamento é importante para especificar as funcionalidades da ferramenta. “A partir desta capacitação, tanto nós assessores, quanto os magistrados vamos poder trabalhar da melhor forma possível. É uma ferramenta que precisa ser apresentada para conhecermos cada passo, para inclusive agilizar o trabalho. Se não tivesse o treinamento, íamos chegar na comarca tendo que descobrir por conta própria como a ferramenta funciona”, explicou o assessor.
 
Este encontro consiste no aperfeiçoamento ao jurisdicionado, sempre voltado ao Judiciário para a prestação do serviço jurisdicional e à celeridade, que é a nova onda jurídica deste momento, atendendo os ditames constitucionais”, qualificou o juiz Conrado Machado Simão, diretor do Fórum de Sapezal.
 
Participante do treinamento, o juiz diretor da Comarca de São José dos Quatro Marcos (315km a oeste de Cuiabá), Antônio Carlos Pereira de Sousa Júnior acredita que a capacitação vai ajudar magistrados e assessores a agilizar os procedimentos. “Os magistrados terão um maior controle sobre o que acontece na secretaria. Ele vai poder visualizar as movimentações feitas por todos os agentes da comarca e vai permitir a ele controlar o próprio andamento da unidade judiciária e seu funcionamento”, salientou o juiz. Para ele, o sistema é autoexplicativo, mas o treinamento ajuda a sanar dúvidas e erros que por ventura possam surgir.
 
O treinamento começou na segunda-feira e durante a semana, oficiais de Justiça, analistas, técnicos e auxiliares judiciários passaram pela capacitação voltada para suas respectivas funções.
 
Mára Santos/ Tony Ribeiro (F5)
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409